18 de junho de 2017

Hipacrossauro

© 2011 Vlad Konstantinov

O hipacrossauro é um dinossauro hadrossaurídeo que viveu no final do Cretáceo, entre 75 e 67 milhões de anos atrás, na América do Norte. Seu nome, em grego, significa "próximo ao lagarto mais alto", pois era quase tão grande quanto o tiranossauro, um dos maiores dinossauros carnívoros do continente. Estima-se que chegava a 9,1 m de comprimento e 4 toneladas.

13 de junho de 2017

Titanoboa, a serpente monstruosa

© Vlad Konstantinov

Titanoboa ("jiboia titânica") é a maior serpente já descoberta, superando a segunda maior (Gigantophis) por quase cinco metros. Rastejou em nosso planeta entre 60 e 58 milhões de anos atrás, na época Paleocena, pouco depois do desaparecimento dos dinossauros. Suas dimensões assustadoras chegavam a 14,6 m de comprimento, até 1 m de diâmetro e pesava mais de 1 tonelada - digna de um filme de terror. Ancestral das jiboias e anacondas modernas, devia matar suas pesas por asfixia.

25 de maio de 2017

Hienodonte

(Autor desconhecido)

O hienodonte ("dente de hiena", apesar de não ser parente das hienas) é um gênero de mamífero extinto que viveu na Eurásia, América do Norte e África entre 42 e 16 milhões de anos atrás, do final do Eoceno ao início do Mioceno. Foi nomeado em 1838. Algumas espécies estavam entre os maiores mamíferos carnívoros terrestres de seu tempo, enquanto outras não passavam do tamanho de um gato.