22 de julho de 2017

Loricatossauro

© Gabriel Ugueto

O loricatossauro ("lagarto blindado") é um dinossauro estegossaurídeo de meados do Jurássico. Esse herbívoro viveu na Europa, entre 164 e 161 milhões de anos atrás, e chegava a 6 m de comprimento e 2 toneladas.

16 de julho de 2017

Livyatan - os maiores dentes do mundo

© 2016 Brian Choo

Livyatan ("Leviatã", em hebreu, o monstro bíblico) é um gênero extinto de cetáceo, que viveu na época Miocena, há 13 milhões de anos, no oceano Pacífico. Similar ao cachalote atual, estima-se que media até 17,5 m de comprimento, tendo o crânio 3 m, e pesava até 45 t. Junto com o megalodonte, que viveu nas mesmas águas, era o maior predador de sua época. Adaptado para capturar grandes animais com sua boca cheia de dentes, predava tubarões, focas, golfinhos e até outras baleias.

23 de junho de 2017

Palaeovespa, a vespa antiga

O único fóssil da espécie Palaeovespa florissantia 

Palaeovespa ("vespa antiga") é um gênero de vespa que viveu do final do Paleoceno ao final do Eoceno, entre 44 e 34 milhões de anos atrás. Fósseis foram encontrados no extremo oeste da Rússia e no Colorado, EUA. Seu tamanho variava conforme a espécie, mas girava em torno de 12 a 17,5 mm.

18 de junho de 2017

Hipacrossauro

© 2011 Vlad Konstantinov

O hipacrossauro é um dinossauro hadrossaurídeo que viveu no final do Cretáceo, entre 75 e 67 milhões de anos atrás, na América do Norte. Seu nome, em grego, significa "próximo ao lagarto mais alto", pois era quase tão grande quanto o tiranossauro, um dos maiores dinossauros carnívoros do continente. Estima-se que chegava a 9,1 m de comprimento e 4 toneladas.

13 de junho de 2017

Titanoboa, a serpente monstruosa

© Vlad Konstantinov

Titanoboa ("jiboia titânica") é a maior serpente já descoberta, superando a segunda maior (Gigantophis) por quase cinco metros. Rastejou em nosso planeta entre 60 e 58 milhões de anos atrás, na época Paleocena, pouco depois do desaparecimento dos dinossauros. Suas dimensões assustadoras chegavam a 14,6 m de comprimento, até 1 m de diâmetro e pesava mais de 1 tonelada - digna de um filme de terror. Ancestral das jiboias e anacondas modernas, devia matar suas pesas por asfixia.