27 de fevereiro de 2009

Apatossauro, o famoso pescoçudo

Apatossauro, com Gargoyleosaurus (em primeiro plano) e estegossauros (ao fundo).
Crédito: James Kuether

Atualizado em março de 2018

O apatossauro (do grego "lagarto enganoso") viveu na América do Norte durante o período Jurássico, de 152 a 151 milhões de anos atrás. Esse dinossauro saurópode chegava, em média, a mais de 23 m de comprimento e 30 toneladas - alguns espécimes representam indivíduos até 30% maiores, potencialmente rivalizando com os maiores titanossauros. Os filhotes cresciam rápido, atingindo a maturidade sexual em torno de 20 anos. Fósseis de pegadas indicam que o apatossauro desenvolvia uma velocidade máxima de 20 a 30 km/h.
Seu pescoço era menos alongado e mais robusto do que no diplodoco, seu parente, e seus membros eram mais fortes, como os do camarassauro. Sacos de ar preenchiam os espaços entre as vértebras, ajudando a reduzir o peso. Possuía uma grande garra em cada mão e três nos primeiros dedos dos pés. A cauda comprida e fina, de até 15 m de comprimento, era mantida erguida e podia ser usada como um chicote para produzir estalos. Sua cabeça era pequena em comparação ao corpo, e as maxilas eram repletas de dentes espatulados próprios de uma dieta herbívora. O apatossauro alimentava-se de plantas como samambaias, cavalinhas e gimnospermas e devia comer em torno de 400 kg de vegetação por dia, engolindo junto pequenas pedras para ajudar a moer o alimento (gastrólitos). O ambiente em que viveu era um semiárido com estações secas e chuvosas distintas, onde convivia com diversos outros dinossauros, como alossaurocamarassaurodiplodocoestegossauro.
A espécie Apatosaurus ajax foi nomeada em 1877, por Othniel Charles Marsh, baseado em um esqueleto quase completo descoberto no Colorado, Estados Unidos. Do grego apatē ("engano") e sauros ("lagarto"), o nome se refere aos ossos chevrons de suas vértebras, que se parecem mais com os dos mosassauros. Dois anos depois, Marsh anunciou a descoberta de uma espécie maior, que chamou de Brontosaurus excelsus, mas que logo percebeu-se ser o mesmo animal. Embora o nome brontossauro tenha se tornado mais popular, desde 1903 ele é considerado um sinônimo de apatossauro. Um estudo de 2015, porém, concluiu que Brontosaurus é um gênero válido, distinto de Apatosaurus, mas ainda nem todos os paleontólogos concordam com essa separação.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: † Sauropodomorpha
Infraordem: † Sauropoda
Família: † Diplodocidae
Subfamília: † Apatosaurinae
Gênero: † Apatosaurus
Espécies: † Apatosaurus ajax e † A. louisae

© Mundo Pré-Histórico
Esqueleto de apatossauro no Museu Carnegie de História Natural, em Pittsburgh, Pensilvânia, EUA.
Comparação entre as duas espécies conhecidas de apatossauro
Composição feita a partir dos originais de Scott Hartman

© 2013 Scott Hartman
(Autor desconhecido)

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), Encyclopedia BritannicaLive Science e SoftSchools.com.

Um comentário:

  1. Anônimo15/8/15

    este texto é muito interessante

    ResponderExcluir

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.