19 de abril de 2016

Plesiossauro

© Jonathan Kuo

O plesiossauro ("semelhante a lagarto") é um extinto réptil sauropterígio encontrado na Inglaterra, mas que deve ter vagado por vastos mares no início do Jurássico, entre 200 e 175 milhões de anos atrás. De tamanho moderado em relação a seus parentes, media cerca de 3,5 m de comprimento e pesava 450 kg.
Possuía cabeça pequena e estreita, pescoço delgado e corpo amplo. Os dois pares de longas nadadeiras eram os responsáveis por mover o animal através da água, sendo a cauda curta demais para ter muita utilidade. O pescoço longo, usado como leme, também permitia ao plesiossauro aproximar-se de cardumes discretamente, enquanto os dentes afiados funcionavam como uma armadilha para peixes e belemnites (moluscos semelhantes a lulas).
Os indivíduos jovens viveriam em estuários antes de mudarem-se para o mar aberto, porém não se sabe se o plesiossauro botava ovos em terra, como as tartarugas-marinhas, ou dava à luz seus filhotes no mar. Seus membros transformados em remos dificilmente conseguiriam locomovê-lo por distâncias longas em terra firme. É mais provável que o plesiossauro pudesse rastejar apenas por águas rasas, onde seu corpo, ainda que não submerso o suficiente para flutuar, contaria com a ajuda da água para suportar parte de seu peso. Além disso, o pescoço era pouco flexível e não poderia sustentar-se sozinho fora d'água.
Mary Anning, paleontóloga inglesa, foi quem primeiro encontrou um esqueleto completo de plesiossauro, em 1823. A espécie Plesiosaurus dolichodeirus foi nomeada e descrita no ano seguinte. Com outros gêneros semelhantes descritos posteriormente, o plesiossauro emprestou seu nome à ordem Plesiosauria, grande grupo de répteis marinhos do Mesozoico.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: † Sauropterygia
Ordem: † Plesiosauria
Superfamília: † Plesiosauroidea
Família: † Plesiosauridae
Gênero: † Plesiosaurus
Espécie: † Plesiosaurus dolichodeirus


© Mundo Pré-Histórico
Esqueleto de Plesiosaurus dolichodeirus no Museu de Ciências Naturais de Houston, Texas, EUA.
© Dmitry Bogdanov

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), Prehistoric Wildlife e The Plesiosaur Directory.

6 comentários:

  1. Napoleão Neto30/5/16

    Esse ai é que segundo a lenda do Lago Ness seria o animal pré-histórico encontrado lá... Esse seu Blog é excelente vc esta de Parabéns, mais faltou falar sobre os Insetos Pré-históricos. a muito tempo vi uma reportagem falando que uma espécie de Vespa perdeu as asas e virou algumas espécies de formigas venenosas de hoje em dia?.. Faltou um índice aqui no seu BLOG pra gente deixar alguma sugestão. valeu um abraço pra vc amigo..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado por sua contribuição, deixando sugestões, e que bom que você gostou do blog! Vou providenciar alguns insetos então... Um forte abraço e volte sempre!

      Excluir
  2. Eu sou filho da ana paula
    Não publicou que:O T-REX so vé oque se meche

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, o T-rex possuía uma visão excelente e enxergava muito bem até os objetos imóveis.

      Excluir

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.