19 de maio de 2016

Ginkgo, um remédio muito antigo

Você já deve ter ouvido falar do Ginkgo biloba, uma planta presente na composição de muitos medicamentos por aí. Mas sabia que, talvez por causa de suas propriedades "milagrosas", o ginkgo existe desde muito antes dos dinossauros? Não à toa, é chamado de "fóssil vivo".

Ginkgo biloba em Tours, França

Ginkgo (do japonês, "damasco prateado") é um gênero de planta gimnosperma (que não produz frutos) surgido há 270 milhões de anos, no período Permiano. Quase todas as espécies exinguiram-se no final do Plioceno, à exceção de uma: Ginkgo biloba, nativa da China, que existe até hoje e é cultivada no mundo todo. É uma árvore de grande porte, com uma média de 20 a 35 m de altura, embora alguns espécimes cheguem aos 50 m.
Os mais plausíveis ancestrais do ginkgo são as plantas pteridospermatófitas ou, simplesmente, "samambaias com sementes". O gênero diversificou-se em várias espécies, que espalharam-se pela Ásia, Europa e América do Norte entre meados do Jurássico e o início do Cretáceo. A partir de então, começou um lento declínio em diversidade, culminando, a partir do Pleistoceno (cerca de 2,6 milhões de anos atrás), com a sobrevivência apenas do Ginkgo biloba.
O ginkgo cresce lentamente, amadurece tardiamente e apresenta uma longevidade extrema, atingindo mais de 2.500 anos. Costuma crescer em ambientes bastante úmidos ou próximos de riachos. Suas sementes grandes possuem um revestimento carnudo e amarelado, que lembra um fruto. Durante o outono, suas folhas em forma de leque amarelam e caem por completo. De há muito é usado na medicina tradicional chinesa como um estimulante de desempenho cognitivo e memória. Além disso, é uma planta incrivelmente resistente a doenças e insetos, tendo sobrevivido até mesmo à explosão da bomba atômica de Hiroshima, em 1945.

Classificação científica:
Reino: Plantae
Divisão: Ginkgophyta
Classe: Ginkgopsida
Ordem: Ginkgoales
Família: Ginkgoaceae
Gênero: Ginkgo
Espécies: † Ginkgo adiantoides, † G. apodes, G. biloba, † G. cranei, † G. digitata, † G. dissecta, † G. gardneri, † G. ginkgoidea, † G. huolinhensis, † G. huttonii e † G. yimaensis


© Mundo Pré-Histórico
Fóssil de Ginkgo biloba encontrado na Colúmbia Britânica, Canadá.
Ginkgo dissecta
À sombra de um ginkgo, um ovirraptor cuida de seus filhotes.
© 2000 John Agnew

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), Jardim de Flores e The Ginkgo Pages.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.