24 de abril de 2011

Noassauro, o lagarto do noroeste da Argentina

Grupo de noassauros ataca filhote de saltassauro, aos olhos de sua mãe aflita
© SuperStock

(Atualizado em setembro de 2014)

O noassauro (do grego saurus, "lagarto", e noa, acrônimo de "noroeste da Argentina") é um dinossauro carnívoro da América do Sul que viveu de 84 a 65 milhões de anos atrás, no Cretáceo. Era um terópode pequeno, com cerca de 2,5 m de comprimento, 1 m de altura e 45 kg.
Embora originalmente relatado possuindo um par de grandes garras curvas nos pés, como nos dromeossaurídeos, alguns paleontólogos acreditam que elas pertenciam às mãos. A dúvida reside no fato de as garras terem se desarticulado do restante do esqueleto durante a fossilização. O noassauro é um parente próximo dos abelissaurídeos, terópodes maiores que viveram na América do Sul e na África.
A única espécie do gênero, Noasaurus leali, foi descrita por José Bonaparte e Jaime Powell em 1980. Sua descoberta ocorreu na Formação Lecho, na Província de Salta, noroeste da Argentina, onde um crânio e alguns outros restos foram escavados.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Superfamília: † Abelisauroidea
Família: † Noasauridae
Gênero: † Noasaurus
Espécie: † Noasaurus leali


© Mundo Pré-Histórico
© Tracy Lee Ford
© 2014 Gustavo Javier Encina

Fontes: About.comWikipedia (versão em inglês) e Natural History Museum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.