6 de fevereiro de 2009

Edmontossauro

(Atualizado em dezembro de 2015)
Edmontosaurus regalis investiga uma clareira em uma floresta de coníferas
© 2014 Michael W. Skrepnick

O edmontossauro (que significa "lagarto de Edmonton") viveu durante o período Cretáceo, entre 73 e 66 milhões de anos atrás, no oeste da América do Norte. Pesava cerca de 4 toneladas e podia medir até 13 m de comprimento. Alimentava-se de folhas, frutas, sementes e ramos de plantas que cresciam até uma altura de 4 m, mastigando-os numa boca com centenas de dentes.
Possuía um bico revestido por queratina, uma pequena crista carnuda no topo da cabeça e, provavelmente, sacos de ar infláveis nas aberturas nasais, que desempenhariam um papel visual (cores brilhantes) ou sonoro (emitindo sons graves). Os membros dianteiros eram um pouco menores e mais esguios que as pernas musculosas do edmontossauro, o qual caminhava sobre as quatro patas durante a maior parte do tempo. A cauda eram mantida na horizontal com a ajuda de uma rede de tendões ossificados.


© Dorling Kindersley

Acredita-se que o edmontossauro vivia em manadas com milhares de animais, migrando através das planícies costeiras. Contando com um cérebro orientado à visão e ao olfato, não era excepcionalmente inteligente, mas o suficiente para sobreviver no cenário norte-americano do Cretáceo. Foi um dos últimos dinossauros não avianos e conviveu com espécies como o triceratope e o tiranossauro, pouco antes de serem extintos. 
Um dos maiores hadrossaurídeos, o edmontossauro foi descoberto no sul da província canadense de Alberta, cuja capital é Edmonton. Foi nomeado por Lawrence Lambe em 1917. Numerosos espécimes bem preservados são conhecidos, tanto do Canadá quanto dos Estados Unidos, que incluem esqueletos quase completos, depósitos com milhares de indivíduos, possível conteúdo estomacal e até mesmo extensas impressões de pele. A riqueza dos fósseis deu aos cientistas detalhes sobre seu cérebro, sua alimentação e sua relação com outras espécies. 

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: † Ornithischia
Subordem: † Ornithopoda
Família: † Hadrosauridae
Subfamília: † Saurolophinae
Gênero: † Edmontosaurus
Espécies: † Edmontosaurus regalis e † E. annectens


© Mundo Pré-Histórico
Edmontossauro é um dos hadrossaurídeos mais bem preservados. Na foto, E. annectens mumificado do Museu Senckenberg, Alemanha, que preserva pele, o bico córneo e restos de sua última refeição.
Esqueleto de E. regalis exposto no Museu de História Natural da Universidade de Oxford, Inglaterra.

Fontes: Prehistoric WildlifeWikipedia (versão em inglês) e ComotudoFunciona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.