18 de março de 2009

Jobaria

Um grupo de Jobaria com seus filhotes é ameaçado por dois Afrovenator
Crédito: Mark Hallett

Atualizado em abril de 2018

Jobaria é um gênero de dinossauro herbívoro que viveu no atual Níger, no oeste da África, durante o Jurássico, entre 167 e 161 milhões de anos atrás (originalmente, as rochas em que foi descoberto eram datadas do início do Cretáceo). Media 21 m de comprimento, 4,5 m de altura na cintura e estima-se que pesava cerca de 20 t.
Sua espinha dorsal era bem simples em forma, comparada às vértebras complexas dos saurópodes mais tardios diplodoco e apatossauro. O Jobaria pode ter sido capaz de erguer-se em duas patas, já que sua estrutura corporal indica que o peso era suportado principalmente pelos membros traseiros, como nos elefantes. Dessa maneira, ele poderia alcançar vegetação mais alta. Seu potencial predador era o terópode Afrovenator, que viveu na mesma época e lugar.
Descoberto em 1997, por uma expedição no deserto do Saara conduzida por Dr. Paul Sereno, o Jobaria teve vários indivíduos adultos e um jovem preservados. Com mais de 95% de seu esqueleto conhecido, é um dos saurópodes mais completos já encontrados. O nome do animal refere-se a uma grande criatura mítica local, Jobar, à qual alguns nômades tuaregues acreditavam que os fósseis pertenciam.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: † Sauropodomorpha
Infraordem: † Sauropoda
Superfamília: † Diplodocoidea
Gênero: † Jobaria
Espécie: † Jobaria tiguidensis

© Mundo Pré-Histórico
Reconstrução de Jobaria em Niamey, Níger.
Foto: Xavier Rossi, 2000 / Gamma-Rapho via Getty Images
Crédito: Steveoc 86

2 comentários:

  1. eai men, tudo beleza?
    fiquei um tempo sem ver seu site, e vejo que tem muitas coisas novas, o problema é que não acho mas o chat que tinha, para os seguidores fazerem seus comentários e tal. E é por isso que estou comentando aqui, também gostaria de pedi pra você fazer sobre o pentaceratops, já pedi uma vez para você fazer sobre o hienondonte e ficou bem legal. Obrigado pela atenção, te desejo tudo de bom, Tamo junto!

    Agradecido
    João Pedro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, continue acompanhando o blog que vou escrever sobre o Pentaceratops. Valeu, João! Abraços!
      P.S.: O espaço para comentários é este mesmo, não estou lembrado de outro.

      Excluir

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados, mas críticas e sugestões são bem-vindas.