22 de abril de 2011

Echioceras

(Atualizado em maio de 2014)
(Autor desconhecido)

O Echioceras é um amonite que viveu no início do período Jurássico, entre 196 e 190 milhões de anos atrás, nos mares rasos de todo o mundo. Sua concha media de 4 a 6 cm de diâmetro, em média.
Acredita-se que era um nadador veloz que flutuava pouco acima do fundo do mar, movimentando-se por propulsão a jato, ou seja, expulsando do corpo jatos de água e, desse modo, sendo impulsionado na direção contrária. Alimentava-se de pequenos organismos e detritos, os quais agarrava com os tentáculos que rodeavam sua mandíbula - estrutura semelhante a um bico.
Como ocorre em todos os amonites, conforme o animal crescia, ele construía câmaras maiores a partir da abertura da concha. Isso fazia aumentar o número de voltas da espiral e também permitia que as câmaras antigas fossem usadas como tanques flutuadores (entenda melhor no tópico "Como funcionava a concha dos amonites", no artigo Amonites (Ammonoidea)). A concha ampla e estreita do Echioceras é reforçada por costelas finas e retas, bem espaçadas, que se tornavam progressivamente mais fortes à medida que novas surgiam.
O Echioceras é um parente próximo do gênero Asteroceras. Seus fósseis são encontrados nas rochas jurássicas do Canadá, de Hong Kong, da Turquia e do Reino Unido; o primeiro foi nomeado em 1878.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Mollusca
Classe: Cephalopoda
Subclasse: † Ammonoidea
Ordem: † Ammonitida
Família: † Echioceratidae
Gênero: † Echioceras
Espécies: † Echioceras raricostatum e † E. fastigiatum


© Mundo Pré-Histórico

Echioceras raricostatum com 37 mm, encontrado na Inglaterra

Este belo fóssil provém de Charmouth, na Inglaterra, e é constituído de pirita, mineral que produz cristais com reflexos dourados (por isso também chamado de ouro de tolo) 

Fontes: Enciclopédia dos dinossauros e da vida pré-histórica e Wikipedia (versão em inglês).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.