15 de outubro de 2010

Oryctodromeus, o dinossauro que vivia em tocas

(Atualizado em janeiro de 2016)
© Xing Lida

O Oryctodromeus (nome que significa "corredor escavador") é um pequeno ornitópode que viveu na metade do período Cretáceo, há 95 milhões de anos, na América do Norte. Um adulto da espécie chegava a 2 m de comprimento e 32 kg. Membro da família de pequenos herbívoros corredores Hypsilophodontidae, é o primeiro dinossauro publicado com evidências de que vivia em tocas.
Seu bico largo pode ter sido usado para escavar, e sua cauda mais flexível que de outros ornitópodes ajudava muito na hora de locomover-se pelos túneis subterrâneos. Fósseis foram encontrados em Montana e Idaho, nos Estados Unidos, em 2007. A presença de indivíduos juvenis junto dos adultos indica que os pais cuidavam da prole por um período extenso, utilizando as tocas para protegê-los dos predadores e das baixas temperaturas.
Os três indivíduos conhecidos de Oryctodromeus foram fossilizados após terem sido soterrados e densamente comprimidos em seu covil. Diferenças nítidas na composição das rochas deixam claro que os desafortunados morreram quando estavam dentro do abrigo.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: † Ornithischia
Clado: † Cerapoda
Subordem: † Ornithopoda
Família: † Hypsilophodontidae
Gênero: † Oryctodromeus
Espécie: † Oryctodromeus cubicularis


© Mundo Pré-Histórico
As tocas do Oryctodromeus eram muito semelhantes às de hienas e papagaios-do-mar atuais.
© Mark Hallett
© Lee Hall/Universidade Estadual de Montana

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), Prehistoric Wildlife e I Know Dino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.