8 de abril de 2011

Dunkleosteus - uma armadura poderosa

(Atualizado em maio de 2014)
(Autor desconhecido)

O Dunkleosteus (do grego, "ossos de Dunkle", homenagem a David Dunkle) é um peixe que viveu durante o período Devoniano, entre 380 e 360 milhões de anos atrás, nos mares rasos de todo o mundo. Alcançava 10 m de comprimento e 4 toneladas.
Sua grossa armadura, composta por placas ósseas que chegavam a 5 cm de espessura, protegia a cabeça arredondada e o tórax robusto. Por causa disso, foi provavelmente um nadador lento, mas perigoso, que atacava por emboscada. Um dos maiores peixes placodermos, Dunkleosteus encontrava-se no topo da cadeia alimentar da época. Em vez de dentes, possuía dois pares de placas ósseas afiadas, que formavam uma estrutura em forma de bico. Sua mordida era incrivelmente rápida e poderosa, capaz de perfurar conchas de amonites e o revestimento de artrópodes e outros placodermos. Também comia peixes, tubarões, e há evidências de canibalismo.
Apesar de tudo, sua digestão não era muito eficiente, pois os fósseis são frequentemente encontrados em associação a restos alimentares com ossos semidigeridos e regurgitados. Como as únicas partes do Dunkleosteus que se preservaram são as placas ósseas da blindagem, a reconstrução do seu corpo foi baseada em placodermos menores e melhor conservados, como o Coccosteus.
Numerosos fósseis foram encontrados no Canadá, nos Estados Unidos, na Polônia, na Bélgica e no Marrocos. O Dunkleosteus foi nomeado em 1956 para homenagear David Dunkle, então curador do Museu de História Natural de Cleveland, Ohio, EUA. A espécie-tipo, D. terrelli, foi originalmente descrita no gênero Dinichthys, em 1873. Cerca de 10 espécies diferentes de Dunkleosteus são conhecidas até agora.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: † Placodermi
Ordem: † Arthrodira
Família: † Dunkleosteidae
Gênero: † Dunkleosteus
Espécies: † Dunkleosteus terrelli, † D. denisoni, † D. marsaisi, † D. magnificus, † D. missouriensis, † D. newberryi, † D. raveri, † D. amblyodoratus e (?) † D. belgicus

© Mundo Pré-Histórico 
© Dmitry Bogdanov 
Reconstrução da armadura de Dunkleosteus - tudo o que se conhece dele
© The Field Museum

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), BBC - Science & NatureAbout.com e Prehistoric Wildlife.

7 comentários:

  1. Eu Conheci o Dunkleosteus a partir de um jogo chamado Hungry Shark Evolution no qual ele se chama Papaizão, ele realmente é poderoso, e acho que esqueceram de citar mais a boca dele é imensa, podendo facilmente engolir milhares de peixes em apenas segundos... a forma dele é meio parecida com a de um peixe e ele tem várias escamas...
    Mais pelo visto só são encontrados fósseis da cabeça dele... ótima análise e ótima explicação da biografia do tal. parabéns Ricardo H. Brunetto e valeu pelas informações... kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm mas la eles mentem mt seria impossivel ele ser responsavel pela extinsao do megalodon(viveram em periodos brm distantes e o megalodon era mt maior)la tbm diz q o mosassauro era pequeno mas na vdd ele tinha o dobro do tamanho do dunkleosteus

      Excluir
    2. porque era uma brincadera pra dizer quem e o mais forte

      Excluir
  2. o dunkleosteus tinha uma mordida forte por causa da armadura dele .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua mordida era forte por causa do mecanismo de abertura das maxilas, que ligava o crânio, o escudo torácico e a mandíbula por juntas móveis. A armadura do Dunkleosteus suportava os poderosos músculos. Ele podia abrir e fechar a boca extremamente rápido e, assim, produzir uma força de mordida de até 7000 N.

      Excluir

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.