28 de janeiro de 2009

Utahraptor

O utahraptor ("raptor de Utah") viveu no Cretáceo Inferior, há cerca de 134 milhões de anos, na América do Norte. Tinha 6 m de comprimento, 3 m de altura e 500 ou 700 kg, um dos maiores manirraptores.
O utahraptor foi descoberto em 1993, em Utah, nos Estados Unidos, o que deu o nome ao dinossauro. Seu cérebro tinha evidências de propriedades cognitivas, ou seja, que ele era capaz de resolver problemas. Tinha olhos grandes, inteligência e ótima agilidade.
Mesmo nunca tendo sido encontrado penas em fósseis de utahraptor, é provável que as possuísse, como sugerido em todos os membros da família Dromaeosauridae. Um dos dromeossaurídeos mais antigos, o microrraptor, era dotado de penas, sugerindo que seus sucessores também fossem.
Como em outros membros da família dos dromeossauros, os polegares dos pés do utahraptor possuíam uma garra retrátil de até 24 cm de comprimento. O utahraptor caçava em bando, usando as garras, e predava quase qualquer outro animal, inclusive gigantes saurópodes.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Infraordem: Tetanurae
Família: Dromaeosauridae
Subfamília: Dromaeosaurinae
Gênero: Utahraptor
Espécie: Utahraptor ostrommaysorum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.