25 de setembro de 2011

Amazonsauro, o dinossauro da Amazônia

© Deverson da Silva (Pepi)

O amazonsauro ("lagarto da Amazônia") é um saurópode do início do Cretáceo, que viveu no norte da América do Sul, entre 125 e 100 milhões de anos atrás. Único dinossauro brasileiro do grupo Diplodocoidea, é parente de alguns dos animais mais longos que já existiram, os diplodocídeos. No entanto, o amazonsauro era relativamente pequeno: não devia ultrapassar 12 m de comprimento e 5 t.
Este foi o primeiro dinossauro encontrado na região da Amazônia Legal, da qual deriva seu nome. Naquela época, o local em que viveu era uma planície de inundação associada ao delta de um rio. Portanto, é provável que o amazonsauro vagasse por aquelas várzeas enquanto se alimentava de árvores e arbustos. Era quadrúpede, possuía pescoço comprido e cauda em forma de chicote. Acredita-se que a densidade de seu corpo lhe permitia boiar na água.
Descoberta em 1991, a espécie (Amazonsaurus maranhensis) foi encontrada às margens do rio Itapecuru, em Itapecuru-Mirim, Maranhão, e nomeada em 2003. Os fósseis conhecidos somam em torno de 100 fragmentos de vértebras, costelas e ossos da pelve. As vértebras caudais têm espinhas neurais altas, o que o relaciona com os diplodocóideos, mas é difícil classificá-lo mais precisamente por causa da falta de material fóssil. Naquela região também foram encontrados vestígios de dinossauros carnívoros, répteis, moluscos terrestres, pólen e peixes.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: † Sauropodomorpha
Infraordem: † Sauropoda
Superfamília: † Diplodocoidea
Família: † Rebbachisauridae
Gênero: † Amazonsaurus
Espécie: † Amazonsaurus maranhensis

© Mundo Pré-Histórico
© Felipe Alves Elias
© Ariel Milani Martine

Fontes: FAPERJWikipedia (versão em inglês) e Prehistoric Wildlife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.