26 de janeiro de 2011

Avaceratope

(Atualizado em agosto de 2013)
© Tuomas Koivurinne

O avaceratope ("rosto com chifres de Ava") viveu durante o período Cretáceo, de 80 a 70 milhões de anos atrás. De tamanho pequeno, chegava a cerca de 1 m de altura, 2,5 m de comprimento e 1 t. O avaceratope provavelmente vivia em bandos nas planícies norte-americanas.
Usava o bico córneo e a poderosa mandíbula para arrancar brotos de cicadáceas e coníferas, bem como vegetação rasteira. Tinha um pequeno chifre no focinho, utilizado talvez nas lutas entre os machos, mas, ao contrário da maioria dos ceratópsios, o avaceratope possuía um folho curto e sem fenestras (aberturas). Isso causou certa dúvida em sua classificação, e por vezes é dito se tratar de um espécime juvenil de outro dinossauro.
O avaceratope foi nomeado em homenagem a Ava Cole, esposa de Eddie Cole, o descobridor dos únicos e escassos fósseis da espécie, encontrados em 1981, em Montana, nos Estados Unidos. Devido a isso, pouco se sabe sobre o animal.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: † Ornithischia
Subordem: † Cerapoda
Infraordem: † Ceratopsia
Família: † Ceratopsidae
Gênero: † Avaceratops
Espécie: † Avaceratops lammersi


© Mundo Pré-Histórico

© Nobu Tamura
Réplica do esqueleto de um avaceratope

Fontes: Prehistoric WildlifeWikipedia (versão em inglês), About.com e Animal Planet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.