15 de março de 2010

Argentinossauro

© Raúl Martín
O argentinossauro ("lagarto argentino") viveu no final do Cretáceo, há 95 milhões de anos. Media 35 m de comprimento, 20 m de altura e pesava cerca de 100 toneladas, o que o torna o dinossauro mais pesado atualmente. Como seu nome diz, o argentinossauro viveu em savanas da América do Sul.
Foi descoberto recentemente em Huincul, província de Neuquén, na Argentina, em 1993 por Guillermo Heredio. Pouco do dinossauro foi fossilizado, apenas algumas vértebras, costelas, uma tíbia e um fêmur. A partir desses ossos foi estimado o seu tamanho imenso.
Acredita-se que tinha sangue frio (como os outros saurópodes) e que ingeria uma tonelada de folhas, frutos e sementes por dia, mesmo assim é uma pouca quantidade para seu corpo. Se possuísse sangue quente, seria necessário consumir entre 5 e 6 toneladas de plantas, o que é praticamente impossível, pois sua cabeça era pequena. Esse fato reforça a teoria de que os dinossauros saurópodes eram de sangue frio, mesmo assim há controvérsias.
Vivia em manadas de até vinte indivíduos, a fim de proteger os filhotes, que nasciam com apenas 3 kg de ovos do tamanho de uma bola de futebol. Com 5 anos teriam o tamanho de um cão pastor alemão atual; com 15 anos de idade, o tamanho de um cavalo; e seriam adultos apenas aos 50 anos.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Infraordem: Sauropoda
Família: Titanosauridae
Gênero: Argentinosaurus
Espécie: Argentinosaurus huinculensis

7 comentários:

  1. Por acaso, ele está no desenho o vale encantado? desculpa kk ñ resisti em perguntar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que não. Ao menos, nunca foi mencionado. ;D

      Excluir
  2. OMG, não acredito que vc veio só pra perguntar isso...

    ResponderExcluir
  3. não, o que aparece é o brontossauro que nunca existiu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, o brontossauro era considerado, durante muito tempo, o mesmo animal que o apatossauro, por isso o nome deixou de ser usado.
      Porém, um estudo publicado em 2015 concluiu que Brontosaurus é um gênero válido, ou seja, que o apatossauro e o brontossauro são animais distintos (disso eu também não sabia!).

      Excluir

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.