22 de outubro de 2009

Estrutiomimo, o dinossauro avestruz

© 2012 Mohamad Haghani

(Atualizado em maio de 2017)

O estrutiomimo ("imitação de avestruz") é um dinossauro ornitomimídeo do final do Cretáceo. Viveu de 76 a 74 milhões de anos atrás, na América do Norte. Acredita-se que era onívoro, isto é, alimentava-se de brotos, insetos, pequenos répteis e mamíferos ou o que mais estivesse disponível. Media 4,3 m de comprimento, 1,4 m de altura no quadril e pesava cerca de 150 kg.
Lembrando um avestruz moderno, sua estrutura é muito semelhante à de outros ornitomimídeos, diferindo do ornitomimo e do galimimo, por exemplo, apenas em proporções e detalhes anatômicos - seus braços eram mais robustos, e seu bico queratinoso tinha bordas côncavas. As mãos compridas deviam ser usadas para alcançar e agarrar ramos de plantas, enquanto o bico sem dentes selecionava as partes mais nutritivas do vegetal. A cabeça esguia e pequena apoiava-se sobre um pescoço alongado; seus olhos eram grandes, e a cauda, relativamente rígida, era usada para equilibrar o corpo. Para fugir de predadores (tais como Saurornitholestes, Dromaeosaurus, Daspletosaurus e Gorgosaurus), sua melhor estratégia era correr: as pernas longas e fortes eram adaptadas para atingir altas velocidades, entre 50 e 80 km/h.
Restos de estrutiomimo já eram conhecidos desde 1901, mas interpretados como pertencentes a um ornitomimo. O gênero Struthiomimus só foi criado em 1917, por Henry Fairfield Osborn, quem identificou as diferenças entre os dois animais. Conhecido através de vários esqueletos e crânios preservados, o estrutiomimo é uma das espécies mais abundantes do Parque Provincial dos Dinossauros, Canadá.

Classificação científica:
Reino: Animal
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Clado: † Ornithomimosauria
Família: † Ornithomimidae
Gênero: † Struthiomimus
Espécies: † Struthiomimus altus e (?) † S. sedens

© Mundo Pré-Histórico
Esqueleto de Struthiomimus sedens
Foto: Museu de História Natural da Universidade de Oxford
© Zhao Chuang/Organização de Ciências Naturais de Pequim (PNSO)

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), Prehistoric Wildlife, Dinosaur Jungle e Natural History Museum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.