2 de outubro de 2009

Jazigo dos Dinossauros

© 2001 Dorling Kindersley

Em Utah, nos Estados Unidos, há um depósito de fósseis chamado Jazigo dos Dinossauros, que, há cerca de 145 milhões de anos, era um lago. Desde 1927, quando os cientistas começaram a escavá-lo, já foram encontrados mais de 10.000 ossos.
Os pesquisadores suspeitam que um vulcão das Montanhas Rochosas tenha entrado em erupção e arremessado massas de cinzas, que se acumularam em um corpo de água local, formando uma profunda camada de lama dentro do lago. Os dinossauros herbívoros que bebiam a água atolavam-se nela. Talvez a lama mais próxima das margens fosse sólida o bastante para que não afundassem, pois a maioria parece ter morrido no centro.
Os carnívoros, atraídos pelo cheiro e gritos dos herbívoros presos na água, sentiam-se diante de um banquete. Mas, ao invés de se fartarem, acabavam sendo "sugados" para dentro do lago também. Ambos afundavam na lama e se afogavam. Muitos terópodes chegavam ao local e morriam da mesma forma. Antes de afundarem, muitos tinham a chance de arrancar grandes pedaços das presas e pisavam uns nos outros.
Em qualquer área, normalmente, os grandes herbívoros deveriam superar em número os grandes predadores. Contudo, nesse local havia mais fósseis de alossauros do que de qualquer uma de suas vítimas. Por isso, os cientistas dizem que era uma armadilha para os predadores - um lugar mortal, onde, por semanas, meses ou até anos, umas poucas vítimas atrairiam um grande número das criaturas que as predavam.
Fósseis indicam que pelo menos 40 alossauros morreram nessa "armadilha". Outros predadores incluíam o ceratossauro, o Marshosaurus e o Stokesosaurus. Entre suas presas estavam o camptossauro, o estegossauro, o barossauro e o camarassauro.

Fonte: Enciclopédia dos dinossauros e da vida pré-histórica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.