11 de setembro de 2010

Basilossauro, o mamífero com nome de réptil

© Nikolay Zverkov

(Atualizado em setembro de 2017)

O basilossauro ("lagarto rei") é um cetáceo extinto que viveu onde atualmente são América do Norte e Oriente Médio, de 40 a 34 milhões de anos atrás, no fim do Eoceno. Medindo até 18 m de comprimento e pesando 15 toneladas, o Basilosaurus cetoides, a espécie norte-americana, esteve entre os maiores animais conhecidos dos 50 milhões de anos que se seguiram à extinção dos dinossauros.
Seu corpo delgado locomovia-se de forma incomum em relação a outros cetáceos, ondulando como uma enguia. É provável que uma pequena barbatana caudal estivesse presente, a qual ajudaria nos movimentos verticais. Membros traseiros reduzidos, com apenas três dígitos e movimentos limitados, eram inúteis para locomoção - sua única utilidade era ajudar o animal a agarrar-se durante o acasalamento. As barbatanas dianteiras ainda possuíam a junta do cotovelo, característica que hoje é vista somente nas focas. O basilossauro era um predador ativo que nadava nas águas próximas à superfície. Alimentava-se de peixes e tubarões; a espécie B. isis ainda incluía em seu cardápio outras baleias jovens, como o Dorudon. Com um cérebro menor, o basilossauro provavelmente não possuía as mesmas habilidades sociais que as baleias modernas e também não possuía o órgão chamado melão, que cetáceos atuais usam para ecolocalização.
Durante o século XIX, fósseis de B. cetoides eram tão comuns e suficientemente grandes que costumavam ser usados como mobília no sul dos Estados Unidos. Quando o anatomista Richard Harlan estudou esses ossos fossilizados, identificou-os como vértebras de um enorme réptil, parecido com o plesiossauro, mas maior que os dinossauros conhecidos na época - daí o sufixo -saurus, "lagarto" em grego. Richard Owen, alguns anos depois, verificou que o animal era um mamífero marinho e tentou renomeá-lo como Zeuglodon ("dente em forma de jugo"), mas o primeiro nome teve de ser mantido, por regras de prioridade. Fósseis de Basilosaurus isis, espécie ligeiramente menor, foram encontrados no Egito. Neste mesmo local, em 2016, o primeiro esqueleto completo de basilossauro foi descoberto.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Infraordem: Cetacea
Família: † Basilosauridae
Gênero: † Basilosaurus
Espécies:  Basilosaurus cetoides e  B. isis


© Mundo Pré-Histórico
Basilossauro na exposição "Life in the Ancient Seas", em 1989, no Museu Nacional de História Natural, em Washington, D.C., EUA.
Foto por Chip Clark, Instituto Smithsoniano.
© Carl Buell

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), Prehistoric WildlifeNew Dinosaurs e Dinosaur Jungle.

3 comentários:

  1. Sério?Não sabia que ele era um mamífero :I

    ResponderExcluir
  2. Tem vezes que o nome que dão quando descobrem acaba dando uma mega fama pro bichinho. '-'

    ResponderExcluir

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.