23 de maio de 2010

Argentavis, a maior ave de todos os tempos


(Atualizado em setembro de 2013)

Argentavis ("ave argentina") é o maior pássaro voador já descoberto, sendo um dos maiores animais voadores que já existiram. Viveu nos pampas da Argentina no final da época Miocena, há 6 milhões de anos. Media 7,6 m de envergadura, 1,3 m de comprimento, 2 m de altura e pesava em torno de 80 kg.
Parente dos abutres e do condor andino, Argentavis também usava correntes de ar ascendentes para levantar voo, pois seus músculos não conseguiriam fazer isso simplesmente batendo as asas. Depois, era só planar por grandes distâncias. Da mesma forma, suas pernas e pés eram fortes, mas não o suficiente para que levantasse a presa. Provavelmente, pairava sobre os pampas gramados, descendo rapidamente sobre um mamífero ou ave para matá-los no chão, ou se alimentando dos cadáveres daqueles que já haviam morrido. Com todo esse tamanho, ficava fácil roubar alimento de outras aves de rapina ou até de grandes mamíferos predadores, como o Thylacosmilus, e dificilmente o Argentavis sofria algum tipo de predação.
Foi descoberto em 1979, na Argentina, onde uma boa amostra de fósseis foi obtida. Entre eles, um úmero, um pouco danificado, ligeiramente mais curto que um braço humano inteiro.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Subclasse: Neornithes
Superordem: Neognathae
Ordem: Cathartiformes
Família: † Teratornithidae
Gênero: † Argentavis
Espécie: † Argentavis magnificens


© Mundo Pré-Histórico
© Daniel Boh
Gráfico por Katie Parker © National Geographic Digital Media

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), HIPERNEWSEnciclopédia dos dinossauros e da vida pré-histórica e Estadão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.