15 de fevereiro de 2009

Hadrossauro

(Atualizado em dezembro de 2015)

O hadrossauro (do grego "lagarto robusto") é um dinossauro ornitópode que viveu no fim do período Cretáceo, de 80 a 78 milhões de anos atrás, no leste da América do Norte. Chegava a cerca de 7 m de comprimento, 2 m de altura e 7 a 8 toneladas.
Tradicionalmente, o hadrossauro tem servido como base para uma subfamília de dinossauros composta por grandes herbívoros sem crista (os hadrossauríneos). Porém, como seus fósseis são escassos, novos estudos apontaram o hadrossauro como sendo mais primitivo que seus supostos parentes, como o edmontossauro e o saurolofo. O hadrossauro caminhava sobre quatro patas, mas também podia apoiar-se em apenas duas para alcançar vegetação mais alta, provavelmente cortando as folhas e ramos com a ajuda de um bico córneo. Entre seus principais predadores estavam grandes tiranossaurídeos e crocodilos, além de terópodes menores que representavam perigo especialmente aos filhotes.
A espécie é conhecida a partir de um único espécime, coletado em 1858, em um depósito de lamito nas proximidades da pequena cidade de Haddonfield, Nova Jersey, EUA, contendo parte do esqueleto e segmentos do crânio. Sua importância histórica deve-se ao fato de ter sido o primeiro esqueleto de dinossauro a ser montado no mundo, em 1868, instigando a curiosidade também do público leigo em relação aos dinossauros.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: † Ornithischia
Subordem: † Ornithopoda
Família: † Hadrosauridae
Subfamília: † Hadrosaurinae
Gênero: † Hadrosaurus
Espécie: † Hadrosaurus foulkii


© Mundo Pré-Histórico
O hadrossauro não apenas ganhou uma estátua no centro de Haddonfield, como também tornou-se o dinossauro símbolo do estado de Nova Jersey em 1991.
© 2013 Camus Altamirano
Esqueleto do Hadrosaurus foulkii na Academia de Ciências Naturais da Filadélfia, EUA. O local exato onde os fósseis foram desenterrados foi redescoberto em 1984, mais de 120 anos depois, e tornou-se um marco nacional.
A primeira reconstrução do hadrossauro, feita em 1868, o dispôs em uma postura acentuadamente vertical, o que é visto hoje como incorreto.

Fontes: New Jersey Department of Environmental ProtectionWikipedia (versão em inglês), Prehistoric Wildlife e Mental Floss.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.