19 de dezembro de 2011

Stupendemys, a tartaruga estupenda!

(Atualizado em janeiro de 2014)
(Autor desconhecido)

Stupendemys (do grego "tartaruga estupenda") é um cágado pré-histórico da América do Sul. Estimado em mais de 3,3 m de comprimento e cerca de 2 t, o Stupendemys chega a ser mais pesado que o Archelon, a maior tartaruga conhecida. Viveu do final do Mioceno ao início do Plioceno, entre 6 e 5 milhões de anos atrás, nos rios da região amazônica.
Seu peso o ajudava a ficar debaixo d'água por longos períodos de tempo, se alimentando de plantas aquáticas. Por outro lado, era um nadador fraco, incapaz de se mover rapidamente. A julgar por suas grandes dimensões e pouca agilidade, os rios em que vivia deviam ser amplos e calmos - não muito diferente da Amazônia moderna. O Stupendemys retraía seu pescoço lateralmente para dentro do casco achatado, uma das grandes características dos cágados.
Duas espécies já foram descritas: Stupendemys geographicus, mais robusto, encontrado na Venezuela em 1972; e Stupendemys souzai, ligeiramente menor e mais fino, recuperado no estado brasileiro do Acre. Entre os animais que compartilharam de seu habitat estão vários peixes bem conhecidos dos rios amazônicos de hoje (como bagres, pacus e traíras), tartarugas, botos, arraias, tubarões e crocodilianos como o purussauro.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Testudines
Subordem: Pleurodira
Superfamília: Pelomedusoidea
Família: Podocnemididae
Gênero: † Stupendemys
Espécies: † Stupendemys geographicus e † S. souzai


© Mundo Pré-Histórico

Stupendemys geographicus no Museu Americano de História Natural, em Nova York

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), About.com e AVPH.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.