6 de março de 2011

Supersauro, o superdinossauro

© 2006 Raúl Martín

Atualizado em março de 2018

O supersauro (do latim "lagarto superior") é um saurópode diplodocídeo que está entre os maiores dinossauros conhecidos. Viveu entre 153 e 145 milhões de anos atrás, no final do Jurássico, nos Estados Unidos. Alcançava de 33 a 42 m de comprimento, 5,5 m de altura nos ombros e de 35 a 40 t. Com essa magnitude, um indivíduo de tamanho máximo dificilmente teria algum predador.
Era bastante semelhante ao apatossauro, porém com um corpo menos robusto e um pescoço mais alongado. O pescoço do supersauro, com cerca de 12 m, é um dos maiores entre os saurópodes. Muitos paleontólogos acreditam que ele não poderia ser erguido a toda altura, pois o coração não conseguiria bombear o sangue até a cabeça. Em vez disso, ele seria mantido paralelo ao chão, de onde o animal poderia alcançar plantas mais baixas em locais menos acessíveis, como pântanos, por exemplo.
Os primeiros fósseis de supersauro foram descobertos em 1972, no estado do Colorado, EUA, por Vivian Jones. Eles incluíam apenas a cintura escapular, um ísquio e algumas vértebras da cauda. Uma vértebra cervical de 1,38 m de comprimento, descoberta mais tarde no mesmo local, é a maior vértebra cervical de qualquer animal que se conhece. Chamado informalmente de "Supersauro" desde 1973, só foi nomeado oficialmente em 1985, pelo paleontólogo James A. Jensen.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: † Sauropodomorpha
Infraordem: † Sauropoda
Família: † Diplodocidae
Subfamília: † Diplodocinae
Gênero: † Supersaurus
Espécie: † Supersaurus vivianae

© Mundo Pré-Histórico
Um espécime muito mais completo, representando aproximadamente 30% do esqueleto, foi encontrado no estado do Wyoming em 1996 e atribuído ao gênero Supersaurus em 2007. A reconstrução de "Jimbo", como foi apelidado, encontra-se no Centro de Dinossauros de Wyoming, em Thermopolis, EUA.
© Scott Hartman
Crédito: Alain Bénéteau

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), PalaeocrittiPrehistoric Wildlife, New Dinosaurs e HowStuffWorks.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados, mas críticas e sugestões são bem-vindas.