4 de dezembro de 2010

Buitrerraptor

O buitrerraptor (que significa "raptor abutre", até porque foi descoberto em La Buitrera) foi o dinossauro carnívoro de esqueleto mais completo já descoberto na América do Sul. Media 2 m de comprimento e sua massa era de 11 kg. Viveu há cerca de 95 milhões de anos, durante o Cretáceo, e seus fósseis foram encontrados em La Buitrera, a noroeste da província do Rio Negro, Argentina.
A descoberta do buitrerraptor foi uma das mais importantes dos últimos anos para a paleontologia, porque os cientistas acreditam que seus braços compridos tinham penas. O buitrerraptor possuía focinho fino, poucos dentes bem pequenos, corpo grande, cauda extremamente longa, patas apropriadas para correr velozmente e uma garra raptorial afiada no segundo dedo do pé.
Parente próximo do Unenlagia, outro dinossauro argentino com penas, e quase do tamanho de um pavão, o buitrerraptor era um caçador ágil que comia lagartos e pequenos mamíferos.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Família: Dromaeosauridae
Subfamília: Unenlagiinae
Gênero: Buitreraptor
Espécie: Buitreraptor gonzalezorum
Fontes: revista Gênios edição especial Dinossauros e Wikipedia (versão em inglês).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.