19 de fevereiro de 2009

Estauricossauro, o primeiro dinossauro do Brasil

© Maurilio Oliveira

(Atualizado em junho de 2016)

O estauricossauro (do grego “lagarto Cruzeiro do Sul”) é um dinossauro herrerassaurídeo que viveu no final do Triássico do Brasil, há 225 milhões de anos. É, portanto, um dos dinossauros mais antigos de que se tem notícia e também o primeiro descoberto no país. Com 2,2 m de comprimento, 80 cm de altura e 30 kg, era pequeno em comparação com terópodes mais tardios.
Suas pernas longas e esguias indicam que era um predador rápido e ágil. Tinha uma mandíbula alongada, dentes serrilhados e curvados para trás, próprios para rasgar carne, e uma cauda comprida e fina, cuja função era dar estabilidade dinâmica enquanto corria. Predava pequenos e médios vertebrados terrestres, entre eles répteis e ancestrais dos mamíferos. Características das vértebras, da bacia e dos membros mostram que o estauricossauro foi um dinossauro bem primitivo, parente próximo do herrerassauro argentino. Naquela época, os dinossauros ainda eram poucos; um dos que dividiam espaço com o estauricossauro era o Saturnalia, também brasileiro.
Foi descoberto em 1936, por Llewellyn Ivor Price, no Sítio Paleontológico Jazigo Cinco, na cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul. Seu nome é uma referência à constelação Cruzeiro do Sul, visível somente no hemisfério meridional. A espécie foi descrita e nomeada em 1970, quando era incomum encontrar dinossauros nesta parte do planeta.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Família: † Herrerasauridae
Gênero: † Staurikosaurus
Espécie: † Staurikosaurus pricei


© Mundo Pré-Histórico
(Autor desconhecido)
Restos de estauricossauro são tão raros, talvez, porque ele viveu em um ambiente de floresta, onde fósseis dificilmente se formam.

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), DinosVirtuais e Prehistoric Wildlife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.