12 de dezembro de 2011

Cacops

(Atualizado em janeiro de 2014)
Cacops, em primeiro plano, e, ao fundo, um grupo de sinápsidos do gênero Casea, um dos primeiros herbívoros terrestres
© John Sibbick

O Cacops ("rosto cego", do grego) é um anfíbio primitivo. Teve até 50 cm de comprimento e 10 kg, vivendo no período Permiano, há 290 milhões de anos. Habitava os pântanos da América do Norte e comia insetos e pequenos animais.
Bem adaptado ao estilo de vida terrestre, possuía um crânio grande e resistente, pernas fortes, tronco baixo, cauda curta e fileiras de placas ósseas de blindagem no dorso. Talvez fosse um animal noturno, como as modernas rãs, para evitar predadores e o calor abrasador do sol. O Cacops tinha tímpanos extremamente grandes, o que pode ser percebido pela presença de enormes entalhes óticos, aberturas na parte de trás do crânio que eram cobertas por essa membrana. Tal mecanismo de audição, relativamente avançado, era uma adaptação necessária à vida na terra (o tímpano dos anfíbios é visto como uma área circular atrás dos olhos nos sapos atuais).
Cacops foi nomeado pelo paleontólogo americano Samuel W. Williston, juntamente com a descrição da espécie C. aspidephorus, do Texas, em 1910. A segunda espécie, C. morrisi, foi nomeada a partir de fósseis de Oklahoma em 2009, e a terceira, C. woehri, em 2012.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: † Temnospondyli
Família: † Dissorophidae
Clado: † Eucacopinae
Gênero: † Cacops
Espécie: † Cacops aspidephorus† C. morrisi e † C. woehri

© Mundo Pré-Histórico
Cacops aspidephorus
© 2008 Dimitry Bogdanov
Cacops aspidephorus no Museu Field de História Natural, em Chicago

Fontes: Wikipedia (versão em inglês), About.com, Encyclopӕdia Britannica e AVPH.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.