7 de abril de 2011

Necrolemur

Crédito: Nobu Tamura

Atualizado em fevereiro de 2018

O Necrolemur ("lêmure morto", em grego) é um gênero de primata que saltava entre as árvores das florestas europeias do final do Eoceno, entre 45 e 35 milhões de anos atrás. Pesava cerca de 320 g e media 25 cm de comprimento.
Essa pequena criatura lembra muito um társio, pequeno primata do sudeste asiático, do qual é um possível ancestral. Alimentava-se de frutos e insetos. De hábitos noturnos, tinha olhos e ouvidos bem desenvolvidos. Possuía dedos longos nas mãos e nos pés e uma cauda comprida para se equilibrar. Caracteriza-se também pelo rosto curto, os olhos bastante próximos e um cérebro relativamente grande.
Os fósseis desse animal foram encontrados no oeste da Europa, mais especificamente na Alemanha, Suíça, Espanha e França. A espécie Necrolemur antiquus foi nomeada em 1873, pelo médico e naturalista francês Henri Filhol. N. zitteli, espécie menor, da França e Alemanha, foi descrita em 1887. N. anadoni foi descoberta na Espanha e descrita em 2015.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primatas
Família: † Omomyidae
Subfamília: † Microchoerinae
Gênero: † Necrolemur
Espécies: † Necrolemur antiquus, † N. zitteli e † N. anadoni

© Mundo Pré-Histórico
Os dentes do Necrolemur medem apenas 2 mm

Fontes: The Primate Fossil Record, FossilworksWikipedia (versão em inglês) e ThoughtCo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados, mas críticas e sugestões são bem-vindas.