7 de abril de 2011

Necrolemur

O Necrolemur ("lêmure sério", do grego) é um primata que viveu entre 45 e 35 milhões de anos atrás, durante a época Eocena, nas florestas da Europa. Pesava não mais que 500 g e media 30 cm de comprimento.
O mais antigo ancestral dos társios já conhecido, o Necrolemur era um caçador noturno, com seus olhos e orelhas grandes. Os dentes afiados provavelmente eram usados para perfurar a armadura de insetos. Possuía dedos longos e uma comprida cauda para equilíbrio, que, junto com as mãos e os pés almofadados, o ajudavam a se agarrar nos galhos, dando-lhe agilidade para saltar entre as árvores. Também caracterizava-se por um rosto curto e um cérebro relativamente grande.
Os fósseis desse animal foram encontrados na Europa Ocidental, especificamente Alemanha, Suíça, Espanha e França, e o gênero foi nomeado em 1873 pelo médico e naturalista francês Henri Filhol.

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primatas
Subordem: Haplorrhini
Família: Omomyidae
Gênero: Necrolemur
Espécies: Necrolemur antiquus e N. zitteli
© Nobu Tamura
Os dentes do Necrolemur medem apenas 2 mm
Fontes: Wikipedia (versão em inglês), AVPHAbout.com e WildWorld.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam por aprovação do autor.
Comentários inapropriados ou ofensivos não serão publicados.
Críticas e sugestões são bem-vindas.